memória em idosos

Como estimular a memória em idosos? Confira 7 dicas aqui!

A perda de memória é um processo muito comum ao longo dos anos, mas também pode ser motivo de preocupação para os familiares na terceira idade. A boa notícia é que é possível estimular a memória em idosos e garantir uma vida muito mais saudável nessa fase tão importante. 

Quer saber como fazer isso? Então continue a leitura para conferir as dicas exclusivas que nós preparamos com muito carinho para você. 

O que leva à perda de memória?

Existem várias causas que levam à perda de memória, desde patologias até o processo natural de envelhecimento. Assim como nosso corpo, nossa mente também precisa se manter ativa para estar saudável. 

Você pode estar se perguntando como fazer isso e a resposta é bem simples: exercite-a! Da mesma forma que fazemos exercícios para garantir a saúde física, o mental também precisa se exercitar para manter a força, por isso é essencial treinar a memória em idosos.

Com o passar dos anos é comum sofrer com a perda de memória. Doenças como o Alzheimer são comuns em idosos, assim como a dificuldade de se lembrar de algumas coisas – consequência natural da vida. Apesar disso, é possível trabalhar a mente para manter as capacidades cognitivas saudáveis e nós vamos te contar algumas maneiras de fazer isso. 

7 maneiras de estimular a memória em idosos

1. Jogos cognitivos são ótimos aliados

Uma das melhores maneiras de treinar a memória e manter o cérebro em forma é a partir dos jogos cognitivos. Quebra-cabeças, palavras cruzadas, sudoku, jogo da memória ou até mesmo o xadrez são ótimas opções.

Além de exercitar a mente, essas atividades ainda são uma boa oportunidade para reunir a família e criar bons momentos de carinho, essenciais para que o idoso se sinta acolhido. Essas ações podem parecer muito simples, mas os benefícios do lazer na terceira idade são inúmeros e fazem toda a diferença para a qualidade de vida nessa fase da vida. 

2. Leitura trabalha memória e muito mais!

Ler é um hábito muitas vezes deixado de lado, mas a leitura pode exercer papel fundamental no estímulo da memória em idosos. Essa atividade vai demandar o foco total do idoso, que vai precisar processar todas as informações para compreender o contexto. Isso ajuda a trabalhar a memória de curto e de longo prazo, além de estimular a retenção de novos dados.

Outro ponto positivo é que a leitura pode se tornar um passatempo e ainda trazer novos aprendizados, enriquecendo a cultura e o vocabulário. Uma boa dica é sempre perguntar ao idoso sobre o que ele leu e a sua opinião sobre o assunto, assim você estimula ainda mais o cérebro. 

3. Exercite o cérebro com novos aprendizados

Aprender coisas novas é uma das melhores maneiras de manter o cérebro ativo e, consequentemente, uma ótima alternativa para trabalhar a capacidade cognitiva. Os exercícios para memória podem incluir pequenos aprendizados diários. 

A leitura, citada no item anterior, pode ser um meio para registrar novos aprendizados, mas existem opções para todos os gostos. Aprender uma nova língua, um novo esporte, encontrar um novo hobbie como dança, desenho ou artesanato são apenas algumas ideias: converse com o idoso para descobrir o que ele sempre teve vontade de fazer e invista nessa atividade. 

4. Acrescente pequenos desafios na rotina 

É importante que o estímulo à memória seja constante, por isso pode ser interessante acrescentar atividades diárias para desenvolver a capacidade cognitiva. Colocar pequenos desafios com esse objetivo na rotina pode ser saudável e divertido.

Aqui vão alguns exemplos do que você pode fazer: sugira ao idoso para memorizar a lista do supermercado, contar um novo aprendizado do dia, fazer as tarefas com a mão contrária ao qual está acostumado ou compartilhar algum conhecimento com a família. 

5. Invista em atividades fora de casa

Realizar atividades fora de casa pode trazer inúmeros benefícios para o idoso, desde físicos, até mentais e sociais. Fazer uma aula de hidroginástica, por exemplo, é uma boa forma de cuidar do corpo, fazer novas amizades e relaxar.

Além disso, outros passatempos com foco na memória podem entrar para a lista. Aulas de música, pintura, dança ou exercícios físicos ao ar livre podem ser boas opções, mas lembre-se de respeitar as limitações do idoso. 

6. Use a tecnologia ao seu favor

O desenvolvimento cada vez mais avançado da tecnologia traz muitos benefícios, inclusive para a saúde e qualidade de vida dos idosos. Você sabia que existem diversos aplicativos para auxiliar no estímulo da capacidade cognitiva? Pois é, eles reúnem exercícios para a memória e podem ser acessados facilmente pelo celular ou pelo computador.

Confira algumas sugestões:

    • Lumosity: reúne mais de 25 jogos para trabalhar o raciocínio lógico e a memória, apresentando um teste inicial para descobrir a aptidão e assim apontar pontos fracos e fortes. Disponível para Android e iOS
    • Fit-Brain Trainer: o objetivo aqui é fazer um exercício por dia, bem simples, não é mesmo? Os desafios começam em nível básico e a dificuldade aumenta de acordo com o avanço do usuário nas atividades. Disponível para Android.
    • Happify: além de exercícios para a memória, o aplicativo oferece opções de atividades com o objetivo de melhorar o humor. Por isso, será possível encontrar meditações guiadas por lá também, um complemento interessante para cuidar da saúde mental. Disponível para Android, iOS e Web

7. Dê uma atenção especial à alimentação

A alimentação tem reflexo direto na saúde do corpo e da mente, por isso é preciso dedicar uma atenção especial à dieta do idoso. Dar preferência para alimentos naturais, diminuir o sal e o açúcar são hábitos importantes para quem deseja manter uma alimentação saudável.

Assim como existem alimentos para aumentar a imunidade em idosos, existem também aqueles que podem contribuir para a saúde da memória. Brócolis, espinafre, peixe e castanha são alguns exemplos. Procure acrescentá-los às refeições e sempre invista nas frutas, verduras e vegetais, além de temperos naturais para garantir bons hábitos alimentares na terceira idade. 

Gostou dessas dicas? Aqui no blog da Clínica Portal 8 você encontra muito mais! Não deixe de conferir os conteúdos exclusivos com outras dicas para garantir mais qualidade de vida na terceira idade. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
WhatsApp WhatsApp