Enfermeira cuidando de idosa

Coronavírus: como proteger os idosos?

Apesar de ser um assunto que está sendo abordado de maneira abrangente pela mídia, muitos ainda têm dúvidas ou não sabem como proteger o grupo de maior risco: os idosos. Nesse artigo, você descobrirá quais medidas preventivas devem ser tomadas!

 

Como o vírus age?

É chamado de “período de incubação” o tempo entre o dia de contato com a pessoa infectada, até o início dos sintomas. No caso do Covid-19, esse período tem cerca de 5 dias, mas dependendo do caso pode chegar a 14.

 

Na fase de incubação, o vírus é transmitido de maneira silenciosa, sendo que 80% e 85% dos casos são mais leves. Porém, os outros 15% dos casos, geralmente mais graves e a maioria idosos, precisam ser internados. Por isso, toda prevenção é realmente necessária.

 

Quais medidas devem ser tomadas para evitar a infecção?

De acordo com a SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia), pessoas com mais de 60 anos, em especial aquelas que sofrem com diabetes, hipertensão, problemas respiratórios, problemas do coração, doenças renais, neurológicas, possuem imunidade comprometida, estejam ou tenham saído recentemente de tratamentos de câncer ou idosos com mais de 80 anos, devem evitar locais cheios, como festas, eventos públicos, viagens, etc.

 

Alguns cuidados simples são muito efetivos para prevenir a infecção pelo coronavírus. São eles:

 

1) Utilizar água, sabão e álcool gel 70% para higienizar as mãos. Essa higienização deve ser feita com frequência;

2) Evitar ao máximo tocar olhos, boca e nariz;

3) Evitar abraços, apertos de mão ou beijos quando for cumprimentar alguém;

4) Se espirrar ou tossir, cobrir o nariz e a boca com o cotovelo flexionado ou utilizar lenços de papel descartáveis.

 

O que fazer em caso de suspeita?

É aconselhado para que procure um hospital em casos extremos, na presença de febre, tosse, falta de ar, cansaço em excesso e confusão mental.

 

Como a Clínica de Repouso e Reabilitação Portal 8 está agindo?

Aqui na Clínica Portal 8, a segurança dos nossos pacientes vem sempre em primeiro lugar, por isso, todos os procedimentos aconselhados pela SBGG estão sendo seguidos rigorosamente.

 

Antes de iniciar um plantão, todos os profissionais trocam de roupa e passam por uma higienização completa. Diariamente verificamos se há febre ou outros sintomas em todos os pacientes. Além disso, as visitas foram reduzidas, para que, dessa forma, o risco de contágio diminua ainda mais.

 

É importante ressaltar também que em nossa clínica os pacientes estão mais protegidos do que se estivessem com cuidadores em casa, afinal, além de termos todos os materiais necessários devidamente esterilizados, também contamos com o apoio de médicos especialistas, enfermeiras, técnicos em enfermagem, auxiliares de enfermagem, entre outros.

 

Quer saber mais sobre nossos procedimentos e sobre a clínica? Entre em contato conosco!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
WhatsApp WhatsApp