degeneração macular

Saiba o que é degeneração macular e como lidar com a doença

Descubra o que é essa doença e conheça dicas valiosas sobre como o idoso pode lidar com ela no dia a dia

Por mais que seja um privilégio chegar na terceira idade, não podemos negar que os idosos são bem mais suscetíveis a determinadas doenças, e um bom exemplo é a degeneração macular, uma enfermidade que prejudica a visão. 

Esse post vai te mostrar do que se trata essa doença e dar dicas sobre como o idoso pode lidar com ela da melhor forma para manter a mesma qualidade de vida se estivesse hospedado em uma conceituada clínica de repouso. Aproveite ao máximo a leitura! 

O que é degeneração macular? 

A degeneração macular relacionada à idade, mais conhecida pela sigla DMRI, é uma doença oftalmológica que acomete uma parte da retina ocular, conhecida por mácula, e que acarreta a uma perda progressiva da visão central. Pessoas acima dos 50 anos são mais propensas a degeneração macular, por isso, os cuidados preventivos são fundamentais. 

A mácula ocular fica localizada no centro da retina e possibilita que enxerguemos detalhes de todos os objetos. A DMRI acontece quando as células da mácula, que são extremamente sensíveis à luz, começam a sofrer um processo de degeneração, muitas vezes irreversível. Com isso, o paciente começa a ter uma grande dificuldade para enxergar nitidamente. 

Sintomas da degeneração macular

Milhares de pessoas desconhecem que têm a doença, pois ela costuma ser assintomática no início e só se manifesta quando já está em estágio avançado. Conheça os principais sintomas da DMRI: 

  • Considerável perda visual progressiva; 
  • Visão central turva e distorcida;
  • Visão com ondulações;
  • Redução da intensidade e brilho das cores;
  • Dificuldade em reconhecer rostos de pessoas próximas. 

Causas da degeneração macular

Uma casa de repouso  de referência conta com profissionais altamente capacitados para auxiliar os idosos portadores da DMRI. Conheça os principais fatores de risco:

  • Idade acima dos 50 anos;
  • Predisposição genética; 
  • Exposição excessiva à luz solar sem proteção
  • Pressão alta; 
  • Obesidade; 
  • Dieta rica em alimentos gordurosos;
  • Tabagismo. 

A medicina ainda desconhece as reais causas da degeneração macular, mas é possível reduzir as chances de ser acometido por ela. Idosos que se hospedam em uma clínica de repouso fazem consultas preventivas constantes com diversos especialistas, incluindo oftalmologistas. Com a saúde dos olhos não podemos brincar! 

Como prevenir essa doença?

A principal dica de prevenção da degeneração macular é manter uma alimentação saudável rica em frutas, verduras e legumes e, claro,  fazer uma consulta de rotina com um oftalmologista, pelo menos a cada 6 meses. Alguns exames oculares também devem estar em dia, pois eles são cruciais para fazer o diagnóstico precoce da DMRI. 

Quanto mais cedo for detectada essa doença, maiores serão as chances de um tratamento efetivo. Dessa forma, se você já passou dos 60 anos, recomendamos fazer uma consulta com um oftalmologista, para o constante monitoramento da visão e evitar futuros problemas com ela. Pacientes que se hospedam em uma clínica de idosos podem desfrutar do conforto de se consultarem sem precisar sair. 

Dicas para lidar com a DMRI

Uma casa de repouso trabalha em prol de oferecer uma boa qualidade de vida e bem-estar ao idoso, por isso investe na prevenção de doenças. Conheças nossas dicas sobre como lidar com a DMRI:

1. Alimentação saudável e equilibrada

Mesmo que  o idoso já tenha sido acometido pela degeneração macular, é importante que ele mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. Por isso, é essencial incluir na dieta: frutas, verduras, legumes, carnes brancas, peixes, cereais integrais, sementes oleaginosas, entre outros. Além disso, alimentos ricos em gordura devem ser evitados a todo custo, pois podem piorar ainda mais a DMRI.

2. Suplementos vitamínicos

O uso de suplementos vitamínicos podem  ser incluídos na dieta, desde que sejam por orientação médica. Alguns tipos podem evitar que DMRI piore e auxiliam a manter o quadro clínico estável, mas é importante salientar que a automedicação nunca é recomendada e, antes de fazer o uso de qualquer tipo de suplemento vitamínico, um médico de confiança deverá ser consultado. É preciso saber, com precisão, qual é o estágio da doença para prescrever o melhor suplemento. 

3. Evitar exposição à luz solar

Em uma conceituada clínica de repouso, todos os idosos que sofrem com a degeneração macular recebem os cuidados necessários. Pacientes que têm DMRI devem evitar exposição excessiva à luz solar sem a devida proteção de um óculos escuro com lentes de qualidade. Os raios solares podem prejudicar ainda mais a retina, principalmente se incidirem diretamente nos olhos. Pode até não parecer, mas esse cuidado é essencial.

4. Uso de lentes telescópicas

Se o idoso tiver degeneração macular em ambos os olhos, uma excelente alternativa é o uso de lentes telescópicas. Esse aparelho, que é bastante parecido com um pequeno tubo de plástico, vem com modernas lentes que ampliam o campo de visão do idoso, o que pode ser de grande valia para quem mora sozinho, por exemplo. Essa tecnologia também pode evitar acidentes domésticos. 

5. Aparelhos especiais

Uma clínica de idosos se preocupa até com os mínimos detalhes para o maior bem-estar dos seus hóspedes. Outra dica viável para lidar melhor com a DMRI é a compra de aparelhos como rádio, telefone e relógios que tenham números extra-grandes, além de TV´s com alta definição de imagem. A vida precisa ser mais fácil, certo? 

6. Mudança no grau dos óculos

Na consulta com o oftalmologista, o idoso que sofre de DMRI pode solicitar a mudança no grau dos seus óculos. Além disso, o uso de lupas ou outras inovações para facilitar a leitura e os trabalhos manuais também pode ser de grande valia. Afinal de contas, para continuar mantendo a qualidade de vida e fazer tudo o que deseja, uma boa visão não pode faltar. 

Conclusão

Agora que você sabe o que é degeneração macular e aprendeu como o idoso pode lidar melhor com essa doença,  que tal conhecer a casa de repouso Portal? Pode apostar, ela vai fazer uma enorme diferença na vida de todos os seus hóspedes. Estamos te esperando!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
WhatsApp WhatsApp